segunda-feira, 1 de setembro de 2008

O Mundo é Uma Ervilha

Quem mora em Vitória alguma vez já reclamou ou já ouviu reclamações de que a cidade é pequena, todo mundo é primo, todo mundo sabe de tudo e já não tem mais com quem namorar. Não posso discordar, mas posso afirmar que não é só lá que isto acontece.

Conheci este final de semana uma menina de BH, e estávamos conversando sobre as coincidências da vida. Eu nunca a tinha visto antes, só sabia seu nome.

Contei a minha história:

- Quando morei em NY há uns anos atrás, fiquei muito amiga de uma menina de BH. Estudamos juntas na NYU e fizemos muitos programas divertidos. Quando voltei para o Brasil perdemos totalmente o contato, ela tinha feito planos de ficar mais tempo aqui e eu nunca soube se tinha ficado mesmo. Dois anos depois fui à BH para um casamento e antes da festa corri até o shopping para comprar uma bolsa que tinha esquecido. Fui a pé e quem eu encontro andando numa rua super tranqüila de BH? A própria. Ficamos conversando um tempão e marcamos de encontrar durante a semana. No dia seguinte, andando em outra rua de outro bairro, esbarro novamente com ela... Contando esta história, nem me preocupei em dizer o nome dela, afinal não consigo nem imaginar a quantidade de mineiros que deve morar aqui em NY. Como quem não quer nada acabei citando um “fulana”. Ela parou assustada e disse. – Eu não só conheço a fulana, como ela é minha melhor amiga! E contou várias histórias que fulana havia contado para ela e eu estava junto...

E a mineirinha contou a história dela:

- Eu namorava um americano que tem uma queda pelo Brasil. Ele terminou comigo há uns dois meses e eu fiquei arrasada. Fomos apresentados por uma amiga em comum de Floripa que voltou para o Brasil e está morando em SP. O americano foi para o Brasil para fazer uma matéria sobre cachaça para o NY Times e foi ciceroneado pela amiga. Esta por sua vez o apresentou para sua roomate em SP, que é originalmente de Brasília. Os dois (o americano e a Brasiliense) começaram a namorar e a mineira viu fotos do casal no Orkut. Ela ficou com a pulga atrás da orelha achando que conhecia a menina de algum lugar... até que descobriu! A brasiliense que mora em SP e namora seu ex americano é ex noiva do seu irmão que mora no interior de MG e freqüentou sua casa por anos a fio.

Alguém não acredita em destino?

2 comentários:

Pituca disse...

como diria sua irmã, o mundo é uma gde cama. bjo

Anônimo disse...

Ei Milena !!!

Primeira vez que visito seu blog, parabéns, ficou muito legal !

Realmente o mundo é pequeno mesmo !! heheh Essa passagem que postou lembrou-me do dia em que nos encontramos na Happy News em BH em algum final de semana do ano passado ou retrasado, lembra ??

Bjos !
Rodrigo