sexta-feira, 12 de março de 2010

O Mundo é dos Espertos. Ou Não.

Pesquisando algumas agências de eventos pela internet para mandar meu currículo, encontrei um site de entretenimento que produz várias festas aqui em NY e estava selecionando candidatos para um cargo que me interessou. Entrei pra buscar mais detalhes, me cadastrei e pra minha surpresa ao final o sistema me pediu para escolher uma data para ser "entrevistada". Achei estranho a entrevista sem a avaliação do currículo antes, mas escolhi mesmo assim.

Uns dias antes da data agendada recebi uma ligação confirmando hora e local e a pessoa me informou que seria uma entrevista coletiva. Cheguei lá na hora marcada junto com mais uns sete outros candidatos e fomos para a sala de reuniões para receber as informações necessárias. Achei o trabalho bem interessante e até me animei. Ao final ela explicou que a partir dali cada candidato deveria organizar um evento por conta própria e esta seria a próxima parte na seleção.

Depois saímos da sala de reuniões e esperamos novamente para que desta vez cada um fosse entrevistado pessoalmente e mais detalhes sobre o evento seriam informados. A esta altura eu já estava com várias idéias e achando a idéia deles ótima também. Até que chegou a minha vez de receber as infos.

Bem, funciona assim: Eles são uma empresa de eventos que tem parceria com vários lounges e clubs aqui em NY. Todos mais upscale, estilo patricinhas e mauricinhos descolados. Ela me passou uma lista de uns cinco espaços e me pediu para escolher um. Já não gostei de ter que organizar um evento em um espaço definido com bebidas caríssimas e ainda ter que pagar pra entrar, mas continuei escutando. Quando chegamos ao final, percebi que o "evento" se resumia a quem levaria mais pessoas para os locais que eles escolheram. Nada mais. Nosso trabalho seria mandar mil emails, texts, facebook, twitter e o sei lá o que mais para divulgar (de graça) o espaço e o site deles, levar pessoas para consumir lá e eles ainda ganharem um extra com nosso trabalho.

Eu não estava acreditando naquela cara de pau. Éramos em sete só naquela entrevista (e deve ter havido pelo menos mais umas duas), imagine se todos se esforçassem para "vender" os espaços para eles? Eu nem sei mesmo se este cargo existe mesmo ou se isso rola o ano inteiro. Sempre existe algum esperto daqueles que querem tirar vantagem de todo mundo mas que em algum momento sempre se dão mal - será que todos os candidatos estão escrevendo sobre isso em seus blogs, ou será que continuaram no esquema?

Depois eles ainda pediam para que nós os mantivéssemos informados de como estava indo nosso "evento" para que tivessem uma idéia de quantas pessoas iriam e colocassem uma lista na porta. Me deu vontade de mandar uma lista com 100 nomes inventados só para eles ficarem com a cara no chão quando não aparecesse ninguém. Mas nem a esse trabalho vou me dar.

Além de tudo o escritório era caótico. Eles deveriam me contratar como organizadora, isso sim. Eu ia dar uma geral lá e distribuir pano de chão e perfex pra todo mundo.

3 comentários:

Pituca disse...

gata, o mal dos espertos é achar que todo mundo é idiota. bj

Anônimo disse...

Triste isso!
Mas se quiser pode colocar meu nome nessa lista do evento que eu (não) vou...rs!
Beijos

Iracema disse...

Mizinha, estou começando a entrar neste mundo de blogs agora e estou amando muito. Não tenho todo tempo que gostaria (neste momento), mas sempre que dá tento espiar algum e o seu é MUITO GOSTOSO de ler. Mil beijos Ira